Notice: A session had already been started - ignoring session_start() in /home/u965583908/domains/gacc-se.org.br/public_html/include/essential.inc.php on line 2
Assistido pelo GACC/SE é o primeiro sergipano a realizar TMO por anemia falciforme - GACC - Grupo de Apoio a Criança com Câncer - Sergipe

Acontece no GACC

Assistido pelo GACC/SE é o primeiro sergipano a realizar TMO por anemia falciforme

Publicado no dia 29/08/2022 por

Pedro Guilherme Alves do Nascimento é um jovem de 14 anos, portador de anemia falciforme e acolhido pelo Grupo de Apoio à Criança com Câncer de Sergipe (GACC/SE) há mais de 10 anos. Ele é o primeiro sergipano a realizar Transplante de Medula Óssea (TMO), por consequência da doença, no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto (SP). A medula foi doada com 100% de compatibilidade por sua própria irmã, Sabrina Alves do Nascimento, de 12 anos.

Para a mãe de Guilherme, Simone Alves do Nascimento, que descobriu a anemia falciforme no  Pedro Guilherme quando ele tinha apenas um ano de idade. “Aos oito anos, meu filho teve um AVC hemorrágico e logo após sua recuperação, os médicos indicaram a possibilidade da realização do Transplante de Medula Óssea (TMO). Após seis meses de espera, o resultado não poderia ter sido melhor e descobrimos a compatibilidade com a irmã. A medula da minha filha Sabrina deu 100% de compatibilidade com a do Pedro Guilherme. Demos entrada nos procedimentos e iniciamos a jornada da TMO, no Hospital de Ribeirão Preto, já que aqui em Sergipe, esse procedimento não é realizado. Em 15/6/22 o transplante foi realizado com sucesso e os médicos se surpreenderam com o resultado. Agradeço a Deus por tudo”.

Simone destaca a importância do GACC/SE na vida do filho Pedro Guilherme. “Um ano após o diagnóstico da anemia falciforme, fomos à instituição e lá se vão 13 anos de acolhimento. O Pedro já completou 14 anos de idade, e estamos muito felizes. Sou só gratidão a toda a equipe do Grupo, no qual somos muito bem assistidos, à equipe médica de Sergipe e do Hospital de Ribeirão Preto. 

A importância da Doação de Medula Óssea

O Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) é responsável pelo cadastro de doadores de medula óssea no estado, inserido no banco de dados que armazena informações de todos os brasileiros candidatos a doação - o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME) - em caso de compatibilidade genética com algum paciente inscrito no Registro Nacional de Receptores de Medula Óssea (REREME). 

De acordo com dados do REDOME, atualmente são mais de 5.522.300 milhões de  doadores de medula óssea no Brasil. Em Sergipe são mais de 56.200 mil cadastrados disponíveis para a doação. 

“O cidadão vem até o Hemose e na recepção preenche um formulário específico para o REDOME, doa uma amostra com 5ml de sangue para testes genéticos e o resultado é inserido no REDOME. Os demais procedimentos para que o doador realize o transplante da medula é feito através de comunicação direta com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), com o cidadão que fará a doação”,  explica a assessora de comunicação do Hemose, Rosângela Cruz.

Quer ser um doador de Medula Óssea? Acesse aqui ou entre em contato com o Hemose pelo telefone (79) 3225-8000.

Por Tíffany Tavares - Assessoria de Comunicação GACC/SE

Casa de Apoio Alegria e Esperança

Av. Desembargador Maynard, 654 - Cirurgia
Fone: (79) 3211-5642 / (79) 99146-4544

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Segunda a Sexta das 07h às 18h.
Sábado das 07:00h às 12:00h

Bazar GACC

Av. Desembargador Maynard, 590 - Cirurgia
Fone: (79) 3214- 9513 / 98172-9409

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Terça a Sexta das 09h às 11h30 e 14h às 17h30

Anexo GACC

Rua Porto da Folha, 1140 - Cirurgia
Fone: (79) 3216-3737

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Segunda a Sexta das 08h às 18h.
Sábado das 08:00h às 12:00h