Acontece no Gacc

Crianças acolhidas pelo GACC participam de programação natalina da Secretaria da Saúde

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) iniciou na manhã desta segunda-feira, 17, as comemorações alusivas ao Natal, abertas pelo coral do Grupo de Apoio à Criança com Câncer (GACC), formado por quatro garotas e três meninos. Na sequência, houve a Celebração Eucarística, com o padre Givaldo. O evento reuniu os servidores da secretaria em torno do hall do Centro Administrativo da Saúde Senador Gilvan Rocha.

A apresentação das crianças do GACC emocionou os funcionários. Com idades entre quatro e nove anos, cantaram e coreografaram músicas natalinas, abriram largos sorrisos para o público e finalizaram com os votos de um feliz Natal para todos. “Estamos muitos felizes por estarmos aqui. Esta é mais uma apresentação que a gente faz nesse período de Natal”, disseram os pequenos que recebem do Gaac o suporte físico, material e emocional que precisam para superar a doença.

O secretário de Estado da Saúde, Valberto de Oliveira, participou das comemorações e após a missa expressou aos servidores votos de um Feliz Natal. “E desejamos que em 2019 os sonhos, projetos e expectativas de cada um de vocês possam se concretizar”, disse o secretário, acrescentando que as confraternizações natalinas são importantes para manter o ambiente de harmonia e fortalecer laços.

A servidora do setor Financeiro da SES, Maria Rinália dos Anjos Santos, destacou o tempo de confraternização. “Estamos em dezembro, uma época propícia para as pessoas se harmonizarem com todos. Se, por acaso, houver alguma desavença entre um servidor e outro, esta é a hora de pedir perdão, de perdoar, de abraçar o colega de trabalho”, disse.

É tempo de perdão também para a servidora Alda Cristina, que atesta. “Devemos perdoar sempre, mas nesta época o apelo é mais forte, porque a mensagem do Natal é justamente essa, de perdão, de comunhão, de fraternidade. Natal não é feito só enfeites, comes e bebes, mas é Jesus Cristo, o nosso Salvador, que é o nosso Deu”, reforçou.

O padre Givaldo destacou a importância do amor ao próximo, salientando que essa deve ser uma prática constante na vida dos cristãos. “Devemos ter amor pelo irmão sempre, compreendê-lo, perdoá-lo porque é isso que Deus espera de nós”, concluiu.