Notícias

VER TODAS

Projeto Estacionamento Solidário começa a ser executado

A abordagem será realizada até sexta- feira (10)

O Grupo de Apoio à Criança com Câncer de Sergipe (GACC/SE), está com o projeto “Estacionamento Solidário”, que em parceria com a Faculdade Pio Décimo, consiste no repasse de 7,5% da venda total dos cartões de acesso ao estacionamento da faculdade, adquirido pelos alunos.

A venda dos cartões de acesso começaram no mês de Janeiro, na própria faculdade, localizada na Av. Tancredo Neves, nº 5655, Bairro Jabotiana - Aracaju/SE.

A ideia dessa campanha é uma iniciativa de sensibilização de pessoas em relação à causa do câncer infantojuvenil, aliado ao acesso de informações referentes à doença, além de ser uma captação de recursos a ser destinado à efetivação dos serviços desenvolvidos pelo GACC/SE.

Segundo a analista de captação de recursos do GACC, Sineide Gomes, a Faculdade Pio Décimo abraçou a causa de maneira instantânea, o que facilitou a praticidade de desenvolver a ação, que começou na tarde da última segunda-feira (06), na Praça de Alimentação às 16h, onde os voluntários do GACC, estão dando suporte para que tudo seja realizado da melhor maneira possível.

Segundo o aluno do 7º período de Medicina Veterinária, Alex Torquato, a ação é interessante e fundamental pois o GACC merece essa ajuda. “Foi uma atitude louvável da Faculdade. A porcentagem deveria ser mais alta, mas pelo menos, já está contribuindo muito em benefício das crianças e adolescentes que são acolhidos pelo GACC.

O coordenador financeiro do Colégio e Faculdade Pio Décimo, Thiers Santos, ressaltou que a parceria se deu devido à mais um serviço onde pode ajudar os outros.

Segundo ele, a Pio Décimo sempre teve essa tradição humana e não ia ser diferente agora. “O GACC é uma empresa conceituada que faz um excelente trabalho e quando veio com a proposta de uma coisa diferenciada, que foge daquela questão de dar e receber só, surgiu a parceria. Isso serviu para sensibilizar inclusive a comunidade acadêmica, de forma geral, pois o objetivo não é simplesmente pegar um valor e repassar para o GACC, não! Isso também é mover os milhares de alunos e funcionários que nós temos, para que cada um particularmente, tenha em suas condições, uma possibilidade de ajudar”.  

Thiers relatou que só sabe a situação dessas crianças quem realmente passa, quem já vivenciou ou presenciou. “Graças a Deus nós nunca tivemos uma situação dessas, mas é só querer enxergar. E o GACC, por ser uma instituição antiga e séria nesse sentido, houve o comprometimento, devido à nossa seriedade também".

Mas segundo Thiers essas ações vem de longa data, vem do fundador da entidade acadêmica que é seu pai, José Sebastião dos Santos, que há 63 anos desenvolve um trabalho maravilhoso à frente do Colégio e Faculdade, onde o sentimento de ajudar o próximo não fica só no falar, mas é realmente concretizado.

“É um grande diferencial do meu pai, já é uma marca. Tudo que a gente decide aqui passa pelo aval dele. E mesmo na atual crise econômica que o país vem passando, a instituição visa beneficiar o aluno para que ele não se prejudique, e consiga algo na vida. O aluno sempre consegue apoio nesse sentido”, declarou o coordenador financeiro.